profissao_131121

Sete jovens frades farão a Profissão Solene na Igreja do Sagrado

A Fundação Imaculada Mãe de Deus e a Província da Imaculada Conceição celebrarão, no dia 13 de novembro, às 18h, o ingresso definitivo na Ordem dos Frades Menores de sete frades professos temporários: os jovens angolanos Frei André dos Santos Sungo Mingas, Frei Honorato Salvador Gaspar Gabriel, Frei José João Ganga e Frei Miguel Tchiteculo Tchindjombo Filipe, e os brasileiros Frei Felipe Medeiros Carretta, Frei Jonas Ribeiro da Silva e Frei Thiago da Silva Soares.

Esse momento importante na vida dos religiosos franciscanos será feito na Igreja do Sagrado Coração de Jesus de Petrópolis (RJ), durante a solene Celebração Eucarística às 18h00 (clique e acompanhe).

O ‘sim’ definitivo será dado nas mãos do Ministro Provincial, Frei Fidêncio Vanboemmel. Como tema, escolheram uma frase do Testamento de São Francisco: “E depois que o Senhor me deu irmãos ninguém me mostrou que eu deveria fazer, mas o Altíssimo mesmo me revelou que eu devia viver segundo a forma do Santo Evangelho” (Test 4,14).

Cada um dos frades fará a profissão pela qual se compromete a seguir Jesus Cristo observando os conselhos evangélicos: “Para louvor e glória da Santíssima Trindade, eu, frei… tendo o Senhor me dado a graça de seguir mais de perto o Evangelho e os passos de Nosso Senhor Jesus Cristo, em tuas mãos, Frei Fidêncio Vanboemmel, com firme fé e vontade, faço voto a Deus, Pai santo e todo-poderoso, de viver por todo o tempo de minha vida, em obediência, sem nada de próprio e em castidade. Ao mesmo tempo, professo a vida e a Regra dos Frades Menores, confirmada pelo Papa Honório, e prometo observá-la fielmente segundo as Constituições da Ordem dos Frades Menores. Entrego-me, pois, de todo o coração a esta Fraternidade, para que, pela ação eficaz do Espírito Santo, guiado pelo exemplo de Maria Imaculada, por intercessão de nosso Pai São Francisco e de todos os santos, e com a ajuda fraterna de todos, eu possa tender constantemente para a perfeita caridade, no serviço a Deus, à Igreja e aos homens”.

O rito da profissão perpétua celebra-se dentro da Missa, com a devida solenidade e a participação da comunidade. Depois da leitura do evangelho, começa-se o rito na seguinte ordem: chamado do professando; apresentação de sua trajetória vocacional; diálogo com o celebrante; homilia; prostração e Ladainha de Todos os Santos; profissão dos votos e bênção aos professandos.


CONHEÇA OS PROFESSANDOS

Notícias Relacionadas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print