Novo Governo 3

Província Madre Regina elege novo Governo Provincial

Neste dia 21 de julho, a Província Madre Regina elegeu seu novo Governo Provincial. O Capítulo Provincial que começou no dia 18 de julho tem como tema: “Chamadas ao ministério da reconciliação” e lema: “Quem está em Cristo é nova criatura” (2Cor5,17). Estão participando do Capítulo a Madre Geral, Irmã Ivone Wiest, Irmã Marcilene, Conselheira Geral e mais 30 Irmãs das comunidades da Província que tem como fundadora Madre Regina Protmann.

Relação do novo governo provincial:
Coordenadora Provincial: Ir. Adelaide Schmoeller
Vice-Coordenadora Provincial: Ir. Adriana Ribeiro
Conselheiras:
Ir. Euza Maria de Almeida
Ir. Maria da Penha Fiorido
Ir. Luzia Cavazzoni.

CHEGADA DAS PRIMEIRAS IRMÃS NO BRASIL
A vinda das primeiras irmãs da Congregação de Santa Catarina para o Brasil teve início com uma carta do Frei Ciríaco a Madre Gaudência, convidando-a para virem para o país, a fim de educar os filhos dos colonos alemães. Levou um mês, até chegar às mãos da destinatária a carta com o convite! Pode-se imaginar com que emoção Madre Gaudência acolheu o convite de Frei Ciríaco. Era um apelo do Senhor em resposta aos anseios missionários das filhas de Madre Regina.

Foi, certamente, com alegria e ação de graças ao Senhor que Madre Gaudência transmitiu às Irmãs dos quatro conventos o convite de Frei Ciríaco e um sim generoso ecoou pelos muros dos conventos. Muitas candidatas se apresentaram. Na correspondência com o Padre Irineu Bierbaum, OFM, em Dusseldorf, ficou decidido que as quatro Irmãs viajariam no dia 18 de maio de 1897, quando seis irmãos franciscanos viajariam para o Brasil.

Aos 16 de junho de 1897, depois de longa viagem, quatro irmãs da Congregação das Irmãs de Santa Catarina, V.M., atendendo ao chamado dos franciscanos para educarem os filhos dos colonos alemães, chegaram ao Brasil. Ir.Dária Beckmann; Ir.Irmengard Preuschoff; Ir. Rosa Woynod, Ir.Crescência Bleise, se estabeleceram em Petrópolis (RJ) perto da Igreja do Sagrado Coração de Jesus. E assim, iniciaram uma fecunda e laboriosa missão. Fundaram a primeira Casa-residência e uma escola para educar os filhos dos colonos alemães. No final do mesmo ano, outras Irmãs se uniram ao grupo e, pouco a pouco, a missão cresceu, pois cresceram também os desafios. Hoje, estão em muitas outras cidades do Brasil. Vivendo em comunidades, acolhendo e servindo conforme o carisma da Congregação, elas conduzem fielmente o legado das irmãs pioneiras em terras brasileiras.

SAIBA MAIS SOBRE A CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS DE SANTA CATARINA

Notícias Relacionadas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print