07_familiar

Pastoral Familiar

Histórico da Pastoral Familiar na Igreja do Sagrado

A presença da Pastoral Familiar na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus de Petrópolis (RJ), remonta  nos últimos anos da década de noventa do século XX. Segundo consta no acervo e documentos da Igreja do Sagrado, refere-se que no ano de 1998 um grupo de casais voluntários do Encontro de Casais em Cristo (ECC) reuniu-se na sala da Pastoral da Saúde, anexa à Igreja Matriz, para pensar e organizar o trabalho de evangelização em prol das famílias, na Paróquia. Conforme depoimentos colhidos, aos sábados, o grupo já acolhia e entrevistava casais que planejavam se casar e realizavam encontros.  Na ocasião o pároco era Frei Vitalino Turcato.

A primeira ata da reunião do grupo, datada de 29 de setembro de 1998, registra que os primeiros integrantes eram os casais: Renato Wendiling  (in memoriam)   e   Maria Lúcia Rabaço Wendiling; Kátio Ciloé da Rocha Rezende  e  Márcia Fátima da Silva Rezende;  Alcenir Latsch (in memoriam) e  Solange de Sá Latsch   (in memoriam); Wilson Stulpen  e Iolanda Martins Ruella Stulpen – “Landinha” – (in memoriam);   Marco Valério Guimarães Geraldo  e  Gabriela de F. L. H. Geraldo; e Jason Mercaldo Pereira  e Dalva Fátima Lessa Souza. Na ata também consta que foi levantada a preocupação  de como encontrar mais pessoas para integrar a equipe e estruturar o encontro dos noivos na Paróquia.

Assim, no dia 1º de dezembro de 1998 aconteceu uma nova reunião na Paróquia. Tal encontro contou com a presença do Pároco, Frei Vitalino Turcato, e do casal coordenador da Pastoral Familiar em nível do Decanato São Pedro de Alcântara: Carlos Callegário Gomes (in memoriam)  e Mary Callegário Gomes.  Deste modo, é nesse dia que é datada da oficialização da Pastoral Familiar na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus (dia 1º de dezembro de 1998). E é na mesma data que foi eleita a primeira coordenação  da Pastoral recém implantada: Kátio Ciloé da Rocha Rezende e Márcia Fátima da Silva Rezende, casal coordenador; e Jason Mercaldo Pereira e Dalva Fátima Lessa Souza, casal secretário.

Em atas subsequentes, de 1999 até dezembro de 2000, atesta-se que mais reuniões aconteceram, e o grupo passou a trabalhar como Movimento da Igreja que cuida da evangelização das e nas famílias. No mês de dezembro de 2000 foram eleitos Paulo Roberto Schmitt e Nanci Hammes Schmitt como novos coordenadores, e passaram a exercer suas funções em janeiro de 2001.

Desde a sua oficialização na Paróquia, a Pastoral Familiar vem sendo composta por casais voluntários, e muitos nomes já se passaram ou se repetem em períodos diferentes. Em dezembro de 2002, por exemplo, foi eleito o novo casal para coordenar o grupo: Marco Valério Guimarães Geraldo e Gabriela de F. L.   H. Geraldo. Já em reunião 12 de novembro de 2004, que contou com a presença de Frei Vitalino Piaia, pároco, decidiu-se que a partir de janeiro de 2005 a coordenação da Pastoral ficaria sob a responsabilidade do casal Paulo Roberto Schmitt e Nanci Hammes Schmitt. A partir de 2005, dentre as atribuições da Pastoral, integrou-se o acompanhamento de casos especiais, isto é, a formação dos agentes da pastoral para atuar  junto aos  casais em segunda união.

Com isso, no ano de 2006, nos finais das missas, passaram a ser convidados casais em segunda união. E em setembro do mesmo ano, na Igreja Matriz, aconteceu uma reunião com os casais em segunda  união, que seguida por outras,  culminou com o primeiro Encontro de Casais em Segunda União, que ocorreu aos 27 de maio de 2007. O grupo passou a ser chamado Casais em 2ª União, Bom Pastor. E teve Renato Pedrotti e Luiza Carmen Dias Fernandes Pedrotti como primeiro casal coordenador, e era um setor de casos especiais da Pastoral Familiar. Na época, o pároco já era Frei Adriano Freixo Pinto. Foi um período em que se realizavam quatro encontros de noivos por ano. E passou a se enfatizar bastante a celebração da Semana da Família na matriz, com o início no dia dos pais. No período em questão também, precisamente novembro de 2007,  foi eleito novo casal coordenador: Rafael Moreira Schmid e Paula Ramos Fávero Schmid, tendo Renato Pedrotti e Luiza Carmen Dias Fernandes Pedrotti, como casal vice-coordenador da Pastoral Familiar.

Durante cinco anos as reuniões eram separadas, da Pastoral Familiar e dos Casais em 2ª União. Mas todos concorriam para as atividades da Pastoral Familiar, que nesse período estava empenhada em realizar divulgações, captação e capacitação de novos casais, realizando palestras, encontros e visitas às comunidades. Era um grupo muito coeso e ativo na Paróquia. E foi ao longo dessa fase que as pastorais e movimentos no Sagrado passaram a contar com frades estudantes. E isso revigorou as equipes e enriqueceu bastante na intercomunicação das Pastorais.

No ano de 2010, por causa do pouco número de inscritos no Encontro de Casais de 2ª União, a equipe se desfez. E em 2013, o então pároco, Frei Ângelo José Luis, consolidou a participação dos frades estudantes nas pastorais e ratificou a importância da articulação entre as pastorais.  Estimulou também a sistematização das comemorações de datas festivas relativas à família, além da Semana da Família. Assim, o dia das mães, o dia dos avós, o dia dos pais e o dia da Sagrada Família passaram a merecer eventos paroquiais. E nesse período, Renato Pedrotti e Luiza Carmen Dias Fernandes Pedrotti, atuais coordenadores, assumiram a coordenação da Pastoral Familiar.

Em  2017, Frei James Luiz, pároco, fez acontecer  a Semana das Missões na Paróquia, até então iniciativas tímidas.  Teve repercussões positivas e animadoras em todas as Pastorais e Movimentos, com a participação ativa da Pastoral da Família. Frei James também efetivou o trabalho conjunto entre Pastorais.

Em todos esses anos, a Pastoral Familiar atua diretamente com o ECC, com a Catequese, a Pastoral da Criança e atendimento às gestantes. Também participa e contribui com  todos os eventos da Paróquia, como celebrações, festas, novenas etc.

Atualmente, com Frei Jorge Schiavini, pároco, são mantidas todas as ações da Pastoral Familiar, e novas propostas que surgem a cada dia têm sido muito bem acolhidas.

O Encontro de Noivos, agora Encontro de Preparação para a Vida Matrimonial, acontece uma vez por mês nas Paróquias do Decanato São Pedro de Alcântara, da Diocese de Petrópolis (RJ). E no Sagrado tem sido no mês de março, todos os anos. A equipe, no momento  reduzida em seus integrantes, se encontra fortalecida e perseverante. E mantém o desafio inicial e sempre presente de ter mais pessoas integrando a equipe, com isso, contribuir com e para a melhor evangelização nas famílias.

Luiza Carmen Dias Fernandes Pedrotti

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print