sagrado_110621 (6)

Dom Gregório: “Que o nosso coração pulse no mesmo ritmo do Sagrado Coração de Jesus”

Frei Augusto Luiz Gabriel

Petrópolis (RJ) – “Do seu lado ferido saiu sangue e água para que sejamos homens e mulheres novos, para que a nossa vida, nossos gestos e os nossos pensamentos sejam humanos”. Foi com essas palavras que Dom Gregório Paixão, OSB, bispo da Diocese de Petrópolis (RJ), deu a tônica da Celebração Eucarística da Solenidade do Sagrado Coração de Jesus na Igreja dos frades franciscanos de Petrópolis, que tem como titular o Sagrado Coração, nesta sexta-feira, às 18 horas.

A missa foi concelebrada por Frei Jorge Paulo Schiavini, pároco e guardião, Frei Jorge Ariovaldo da Silva e Frei Ivo Müller, vigários paroquiais. Lideranças de movimentos e pastorais também marcaram presença na celebração que foi transmitida pelas plataformas digitais da Paróquia do Sagrado, Rádio Imperial e da Diocese de Petrópolis. O coral dos frades do Tempo da Teologia animou a celebração com a entoação de cânticos, sob a regência do mestre, Frei Marcos Antônio de Andrade. Também serviram a celebração como turiferário e naveteiro.

CORAÇÃO DE JESUS: PARAÍSO DE HUMANIDADE

Dom Gregório recuou na história para dar início a sua homilia e discorrer sobre o coração de Jesus. Segundo ele, o coração de Jesus se manifestou em um determinado tempo e continua se manifestando nos dias atuais. Explicou que o livro do Gênesis, apresenta Deus criando um paraíso onde Ele próprio quis passear. “A beleza daquilo que Deus criou é o coração humano”, disse. Fez menção a Adão e Eva, ressaltando a livre escolha que tiveram entre escolher o bem e o mal. Frisou que a serpente picou a humanidade e colocou no sangue ‘algo chamado desumanidade’. Segundo o bispo, foi por isso que o homem e a mulher ficaram escondidos com medo de Deus. “Mas nem por isso Deus desistiu da humanidade. É um pai que olha para os seus filhos com amor de eternidade”, contextualizou. E acrescentou: “Deus pede única e exclusivamente que nós resgatemos o paraíso que é o nosso coração, porque Deus deseja continuar passeando conosco”.

Dom Gregório, explicou ainda que a obra da serpente se tornou visível no momento da crucifixão de Jesus. Para ele, Jesus deixou-se crucificar para que todos pudessem entender o que Deus é capaz de fazer por amor. “A lança perfurou o seu lado, o seu coração, e dali saiu sangue e água. Assim, fomos renascidos pela força das águas batismais. Fomos renascidos pela força do Senhor que nos lavou pelo seu sangue e nos deu a possibilidade de sermos banhados pela força do seu amor e da sua misericórdia. Ele se deixou ir até a cruz para que nós pudéssemos ir até a ressurreição”, ressaltou.

Segundo o celebrante, essa é a graça daquilo que nos celebramos hoje: Jesus veio manifestar uma face da qual nós nos escondíamos. “Jesus veio nos manifestar o verdadeiro coração do Pai que havia sido esquecido ao longo da história, desde o momento da picada da serpente. Jesus veio manifestar a beleza do coração de Deus porque é o próprio Deus que coloca à disposição toda uma vida, todo o seu amor em favor de Deus. Ele desceu para nos ensinar o que é ser humano”, mencionou e lamentou que o ser humano tenha atitudes de desumanidade.

Para Dom Gregório é preciso manifestar através da vida o tesouro da graça que temos em nosso coração. “Do seu lado ferido saiu sangue e água para nos lavar, para que sejamos homens e mulheres novos, para que a nossa vida, nossos gestos e os nossos pensamentos sejam humanos”, frisou. “Celebrando hoje essa grande festa, agradeçamos ao Senhor porque Ele testemunhou na sua própria carne aquilo que nós precisamos viver na nossa. E vivendo profundamente a sua vontade, que nós sejamos capazes de realizá-las pelos gestos e profundas atitudes de nossa vida”, destacou.

ANO JUBILAR

No final de sua homilia, Dom Gregório recordou a chegada dos primeiros frades franciscanos a Petrópolis, fazendo referência as celebrações do Ano Jubilar. Brincou que os primeiros franciscanos enviaram por antecipação seus corações. “E é bonito perceber que antes que eles chegassem o Senhor já os esperava aqui. É a beleza e a graça de irmãos que vieram nos trazer, a exemplo de São Francisco de Assis, a beleza de um coração que haveria de se manifestar a tantos homens e mulheres”, disse.

“Hoje, de modo especial, coloco a minha voz a disposição em nome de toda a nossa Diocese, para agradecer a presença desses irmãos franciscanos que com perseverança e com alegria continuam a manifestar através de suas atitudes e dos votos que professaram, esse coração de Deus que é a amor e misericórdia, como nos ensinou São Francisco de Assis”, lembrou.

O bispo de Petrópolis também recordou dos 75 anos da criação da Paróquia do Sagrado que escolheu o Sagrado Coração de Jesus como protetor. “Vocês vêm perseverando para que não falte a alegria da presença fraterna e de um coração de irmãos que é capaz de acolher tantos outros irmãos, por aquilo que Cristo ensinou e São Francisco praticou. Assim, deixo registrado o meu agradecimento a toda família franciscana”, sublinhou e concluiu: “Recordando os primeiros, agradeço os que estão aqui hoje e que são a continuidade dessa história que é fundamentalmente amor e misericórdia. Que Deus abençoe a todos e que essa recordação nos faça sempre caminhar juntos para o coração de Jesus do qual jorrou sangue e água. Que o nosso coração pulse no mesmo ritmo do Sagrado Coração de Jesus”, desejou.

A celebração teve continuidade com as preces seguidamente da liturgia eucarística. Após a comunhão o coral entoou a antífona de comunhão “Deus amou tanto o mundo”, composição de Frei Ademir José Peixer.

No final, Frei Jorge agradeceu a presença de todos, especialmente do Bispo e anunciou o lançamento do site da Paróquia do Sagrado, realizado neste dia 11 de junho. Explicou que se trata de um site institucional, comemorativo e celebrativo que reúne informações históricas mas que também apresenta registros atuais das pastorais, movimentos, capelanias e tudo o que envolve a missão evangelizadora da fraternidade do Sagrado.

VEJA MAIS IMAGENS DA CELEBRAÇÃO

Notícias Relacionadas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print