canarinhos_150821 (4)

Coral dos Canarinhos celebra 79 anos e ganha de presente a volta aos ensaios presenciais

Frei Augusto Luiz Gabriel e Frei Felipe Medeiros Carreta

Petrópolis (RJ) – Na Solenidade da Assunção de Nossa Senhora e celebração de aniversário de 79 anos do Coral dos Canarinhos em Petrópolis (RJ), o presidente do Instituto dos Meninos Cantores (IMCP), Frei Marcos Antonio de Andrade, emocionado, surpreendeu a todos ao anunciar que, após um longo período de ‘portas fechadas’,o coro de meninos mais antigo do país retornará suas atividades, com todos os cuidados sanitários, nesta segunda-feira, 16 de agosto. “Queremos pedir a Deus para iluminar todos os profissionais que trabalham com os nossos meninos. O coro não é apenas de nossa Paróquia, Igreja, Província e da nossa cidade, mas sim, do Brasil e do mundo inteiro”, declarou.

A celebração foi realizada às 10 horas, na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, onde o Coral faz a maioria de suas apresentações. Atualmente, o Coral dos Frades do Tempo da Teologia animam as missas com a entoação de cânticos, antífonas e músicas litúrgicas. A regência ficou a cargo experiente maestro Marco Aurélio Liscth, que até então dividia sua rotina entre os ensaios do Coral dos Canarinhos, de modo remoto, e dos frades teólogos, presencialmente. Os estudantes de Teologia também serviram na celebração como acólitos e na transmissão da celebração pelas redes sociais da Paróquia do Sagrado, do IMCP e da Rádio Imperial da cidade.

Sobre a festa litúrgica do dia, Frei Marcos falou da importância da figura de Maria na fé cristã. Fez memória da 1ª leitura do Livro do Apocalipse que fala da figura de “Mulher pronta para dar à luz” e lembrou que os santos padres chamam Maria de uma nova Eva, a nova mãe da humanidade. “Outros chamam esta mulher de a própria Igreja. Nós ouvimos o coro cantando a Antífona de Entrada que diz que Maria tem a lua debaixo dos pés, ou seja, é uma mulher vestida de sol com uma coroa de doze estrelas. Por outro lado, fala das dores do parto, fala do dragão que espera a criança nascer para matá-lo”, recordou, acrescentando: “É a dialética da vida! Morte e a vida, pecado e perdão, nossas quedas, mas também o nosso levantar”.

Para o presidente da celebração, esta festa faz lembrar do Natal, da encarnação de Deus que se dá na Igreja, que se dá em nós. “Mas como faremos isso? Seguindo os passos de Maria, seguindo os passos de Jesus, seu filho”, ensinou.

Segundo Frei Marcos, o relato do Evangelho apresenta o exemplo serviçal de Maria que vai visitar sua prima Isabel, servindo, cuidando e ajudando. “É o Magnificat, a grande saudação do nosso Deus”, afirmou. “Maria nos mostra e nos revela este jeito do seu Filho, do Deus Encarnado e é fazendo este caminho de vivência de geração da vida que nós podemos então olhar para o nosso destino, que é o motivo desta festa, e ver o céu, a glória do céu”, acrescentou.

O celebrante recordou ainda do teto da Igreja do Sagrado que retrata a pintura da Assunção de Maria. Segundo ele, o afresco quer recordar o destino que em cada Eucaristia nós viemos buscar: a força do alimento para poder continuar o nosso caminho de vivência do Evangelho, para um dia chegarmos com Maria a glória do céu. “Nós caminhamos, como homens e mulheres, para a ressurreição, para a glória do céu e este é o nosso destino. Por isso, a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora é a Solenidade do destino de todos nós para chegarmos juntos a Deus”.

Para o presidente do IMCP, celebrar o aniversário do Coral dos Canarinhos no dia da Assunção de Maria faz lembrar a missão do coro, de que também na liturgia o coral ajuda a experimentar um pouquinho do céu, da glória. “Todos nós sabemos disso, a música tem esta força. A música na voz das crianças é muito mais forte. E Maria, nesta festa, com certeza, cuida e sempre cuidou dos nossos meninos, do nosso coro, para cumprir esta missão e este serviço de nos conduzir com ela até o Senhor”, observou. “Que Maria nos ajude a continuarmos o nosso caminho de serviço de vivência do Evangelho para, com ela, chegarmos um dia à glória da ressureição. Que no início das atividades e no retorno do nosso coro dos meninos, ela possa estar conduzindo, abençoando e protegendo todas as nossas crianças”, concluiu.

ESPECIAL DOS 79 ANOS DOS CANARINHOS

Já às 18 horas, foi ao ar pelo canal do YouTube do IMCP, o Especial de 79 anos do Coral dos Canarinhos. Com um repertório produzido pelo coro nestes últimos tempos, o vídeo fez uma homenagem, desde o início do mês agosto, à representações das quase oito gerações. Com participações de frades, pais, canarinhos, ex-canarinhos, colaboradores e voluntários, o especial mostrou que o Coral dos Canarinhos é feito de pessoas sensíveis que acreditam na arte, na música e na formação humana.

Frei Cesar Külkamp, Definidor Geral da Ordem dos Frades Menores, também já foi presidente do IMCP, e escreveu: “Parabéns ao Coral dos Canarinhos e a todo o Instituto dos Meninos Cantores de Petrópolis! Vida longa a esta querida instituição que tanto bem leva através da música, do trabalho social e da evangelização franciscana. Sinto muito orgulho por fazer parte desta história”.

“Linda homenagem, lindas palavras do Frei Marcos e do maestro Lischt! Que repertório foi esse? Em minutos me peguei chorando também, junto com os homenageados. Tudo responsabilidade dessas doces vozes angelicais que possuem a chave de acesso à nossa sensibilidade! Parabéns! Que nas comemorações dos 80 anos possamos nos abraçar”, saudou Ana Maria Assunção Carneiro.

Silvia Corrêa parabenizou o coro dos Canarinhos de Petrópolis pelos 79 anos. “Que todos que fazem e fizeram parte dessa história sejam abençoados. Tenham certeza que esse coro faz toda a diferença na vida não só dos meninos, mas de todos que estão aí fazendo acontecer”.

VEJA MAIS IMAGENS DA CELEBRAÇÃO

Notícias Relacionadas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print